24/04/2017 às 07:18

Intenção de Consumo das Famílias em Cuiabá tem primeira alta no ano

Com quedas na Intenção de Consumo das Famílias (ICF) desde dezembro do ano passado, a pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e divulgada nesta quinta (20/04) pela Fecomércio-MT, registrou o primeiro aumento no ano. O índice apresentou alta de 1,2% em relação ao mês anterior, atingindo 72,7 pontos em abril, contra 71,8 pontos em março.

Mesmo com as quedas no início do ano, a variação anual para o mês mostra aumento 11,3% em relação ao mesmo período do ano passado, saindo de 65,3 pontos em abril de 2016 para os 72,7 pontos. Entretanto, a pontuação da pesquisa ainda mostra nível de insatisfação por parte do consumidor, por estar abaixo dos 100 pontos, fronteira entre a avaliação de insatisfação e de satisfação do consumidor.

Perspectiva Profissional
Dos subitens da pesquisa que apresentaram variação positiva, o da Perspectiva Profissional foi a que apresentou melhor resultado no mês. Questionado na pesquisa se “O responsável pelo domicílio acha que terá alguma melhora profissional nos próximos seis meses? ”, o subitem mostra variação positiva de 10,1% em abril sobre março, chegando aos 100,2 pontos contra 91,0 pontos do mês passado.

Nível de Consumo Atual
Houve também na pesquisa aquele que apresentou o pior resultado negativo no mês. O Nível de Consumo Atual teve queda de -9,3% em relação ao mês anterior, saindo de 45,2 pontos em março para 41,0 pontos em abril. A pesquisa questiona se “A sua família está atualmente comprando mais, menos ou igual ao ano passado? ”.

Famílias com renda acima de 10 s.m. entram na faixa de insatisfação
Após ficar por dois meses acima dos 100 pontos, as famílias que recebem acima de 10 salários mínimos registraram queda na variação mensal, saindo de 104,8 pontos em março para 95,6 pontos em abril. A queda apresentada foi de -8,7%.

Em contrapartida, para as famílias que recebem até 10 s.m., o índice apresentou variação positiva de 2,9% no mês (68,2 pontos em março contra 70,1 pontos em abril).

ICF Nacional recua no mês
Em caminho contrário do registrado em Cuiabá, o ICF nacional apresentou queda no mês de 0,5%. Já na variação anual, o índice alcançou 77,8 pontos em abril de 2017, o aumento de 6,2% em relação ao mesmo período do ano passado é a segunda variação positiva consecutiva.

“A confiança das famílias, que segue em trajetória positiva apesar da leve queda pontual no mês de abril, continua sendo conduzida principalmente pela melhora das expectativas”, apontou Juliana Serapio, assessora econômica da CNC.
 

Fonte: Fecomércio-MT