21/09/2017 às 12:38

​SIRECOM-MT participa do lançamento da campanha contra a pirataria em Brasília

Foto montagem

 A pirataria, ao contrário do pensamento que se propagou na cultura atual do brasileiro, traz prejuízo não só para os empresários e proprietários das marcas. A pirataria traz consigo um enredo que vai desde a exploração do trabalho infantil, ao tráfico de armas e drogas, associados na maioria dos casos com a atividade ilegal. Buscando combater essa prática o presidente do Sindicato dos Representantes Comerciais do Estado de Mato Grosso -SIRECOM-MT, José Pereira Filho, participou no dia 20/09 do lançamento da Campanha Contra a Pirataria e o Contrabando, através da “Cartilha Contra a Pirataria e Contrabando - a Favor do Comércio Legal", produzida pela Fecomércio-MT e com o apoio da Renalegis (Rede Nacional de Assessorias Legislativas) da Confederação Nacional do Comércio (CNC). O evento de lançamento no Congresso Nacional, contou com a presença dos três senadores de Mato Grosso, José Medeiros (PODE), Wellington Fagundes (PR) e Cidinho Santos (PR). 

"Ficamos honrados em  participar em Brasília do lançamento dessa importante campanha idealizada pela Fecomércio-MT e CNC, que busca combater a pirataria e o comercio ilegal de produtos, que muito tem atrapalhado o trabalho do empresário e do representante comercial pela baixa qualidade dos produtos e pela concorrência desleal  que eles provocam dificultando a venda dos produtos legalmente adquiridos.", disse José Pereira.

Cada um dos parlamentares fez questão de elogiar a iniciativa. Todos colocaram seus gabinetes à disposição e já se dispuseram a desenvolver, junto com a Fecomércio, projetos de atuação a favor do Comércio Legal.

Além dos presidentes de sindicatos que representam diversos setores do comércio no Estado, também participaram do evento,  representantes de associações comerciais, o deputado Federal Laércio Oliveira (SD), que também é vice-presidente da CNC, e outras autoridades políticas.“Nós fizemos primeiro o lançamento da campanha em nível estadual, mas como esse é um problema crônico que afeta a economia de todo o país, entendemos a necessidade de fazer também o lançamento nacional. Ficamos felizes com o apoio dos nossos senadores”, disse o presidente da Fecomércio-MT, Hermes Martins.

O presidente do Fórum Nacional Contra a Pirataria, Edson Vismona, fez uma apresentação aos parlamentares, mostrando os números astronômicos de prejuízos causados pelo mercado Ilegal. “A Fecomércio Mato Grosso está sendo pioneira em uma ação que precisa ser copiada por todas as demais Federações do país. A pirataria é algo que já se tornou cultural no Brasil, mas tanto quem vende, quanto quem compra, precisa entender que esse mercado da falsificação traz sérios danos à toda a sociedade”, disse Vismona.

Fonte: SIRECOM-MT com Fecomércio-MT

Sobre o Sindicato

Sindicato dos Representantes Comerciais no Estado de Mato Grosso


Serviços